Livros sobre o "Holocausto" na Biblioteca



Holocausto - Unicórnio de Porcelana

Holocausto - imagens

Exposição de homenagem às vítimas do Holocausto

Decorre na biblioteca, de 26 a 31 de janeiro, a exposição de homenagem às vítimas do Holocausto.

Exposição coordenada pela Professora Otelinda Pereira

27 de Janeiro - Dia Internacional de Comemoração em Memória das Vítimas do Holocausto


A Assembleia Geral das Nações Unidas aprovou no dia 1 de Novembro de 2005, a resolução 60/7 que designa o dia 27 de Janeiro, como o Dia Internacional de Comemoração em Memória das Vítimas do Holocausto. A data é uma homenagem aos seis milhões de judeus e às outras vítimas do extermínio nazista.

Foi  em 27 de Janeiro de  1945, que os soviéticos libertaram o campo de concentração de Auschwitz-Birkenau, na Polónia. Em Auschwitz morreram na câmara de gás  muitos seres humanos notáveis como Edith Stein, Etty Hillesum, Maximilian Kolbe, assim como muitos, muitos outros. O grande pensador e escritor Elie Wiesel descreve-nos no seu livro "Noite" os horrores dos comboios que conduziam as vítimas da solução final de Hitler a Auschwitz.  As mães enlouqueciam quando, das janelas dos comboios, divisavam o fumo que saía dos fornos crematórios.   Algumas abandonavam os filhos à própria sorte, deixando de alimentá-los. Auschwitz foi e é até hoje sinónimo de horror e de morte.

Fonte: Agencia Latinoamericana de Información - http://alainet.org/active/28653&lang=es

Exposição - Sistema Solar



Na biblioteca da nossa escola podemos visitar até dia 23 de janeiro a exposição o "Sistema Solar", realizada por alunos do 7º B, 7º D e 7º G, coordenada pela Prof.ª Patrícia Pereira.
Não percam!

Poema de José Luís Peixoto


Amor

o teu rosto à minha espera, o teu rosto
a sorrir para os meus olhos, existe um
trovão de céu sobre a montanha.

as tuas mãos são finas e claras, vês-me
sorrir, brisas incendeiam o mundo,
respiro a luz sobre as folhas da olaia.

entro nos corredores de outubro para
encontrar um abraço nos teus olhos,
este dia será sempre hoje na memória.

hoje compreendo os rios. a idade das
rochas diz-me palavras profundas,
hoje tenho o teu rosto dentro de mim.

José Luís Peixoto, in "A Casa, A Escuridão"


(Imagem: Cabeça de mulher (La Scapigliata) é uma pintura de Leonardo da Vinci, que apesar de inacabada, mostra a grande beleza feminina observada e admirada por Leonardo.O quadro é uma pintura esboço, do rosto de Leda no quadro Leda e o Cisne. O quadro encontra-se atualmente na Galleria Nazionale, em Parma.

Escritor de Janeiro - José Luís Peixoto

José Luís Peixoto

Nasceu a 4 de Setembro de 1974 em Galveias, Ponte de Sor.
É licenciado em Línguas e Literaturas Modernas (Inglês e Alemão) pela Universidade Nova de Lisboa.
A sua obra ficcional e poética figura em dezenas de antologias traduzidas num vasto número de idiomas e estudada em diversas universidades nacionais e estrangeiras.
Em 2001, recebeu o Prémio Literário José Saramago com o romance Nenhum Olhar, que foi incluído na lista do Financial Times dos melhores livros publicados em Inglaterra no ano de 2007, tendo também sido incluído no programa Discover Great New Writers das livrarias norte-americanas Barnes & Noble.
O seu romance Cemitério de Pianos recebeu o Prémio Cálamo Otra Mirada, atribuído ao melhor romance estrangeiro publicado em Espanha em 2007. Em 2008, recebeu o Prémio de Poesia Daniel Faria com o livro Gaveta de Papéis. Os seus romances estão publicados na Finlândia, Holanda, no Brasil, nos Estados Unidos, entre outros países, estando traduzidos num total de vinte idiomas.


Livros existentes na biblioteca:


Novidades Literárias - Janeiro



Estante Infinita de Livros Digital da Google

A Google disponibilizou no seu site de experiências uma nova abordagem para a exposição de livros numa biblioteca virtual. Trata-se do Bookcase, uma espécie de estante em forma de espiral em que as capas dos livros são expostas de forma aleatória, permitindo que o usuário interaja com as obras de maneira bastante intuitiva.
A espiral pode ser girada para cima e para baixo, mostrando mais livros à medida que é explorada, dando a impressão de ser infinita. Ao clicar numa obra, a capa do livro é exibida com detalhes, bastando outro clique para ler a primeira página.
Como se trata de uma forma para organizar os livros de um modo dinâmico, apenas a sinopse da obras pode ser lida, acompanhada do link para o site em que pode ser compradas.
Todos os livros são organizados por assunto de forma aleatória, um botão na parte de cima permite uma seleção mais específica.
O Bookcase ainda é apenas uma experiência e não existem previsões de quando, ou se, ele será usado como recurso oficial numa loja ou biblioteca real.