Escritor do Mês de Novembro

António Gedeão
(Rómulo Vasco da Gama de Carvalho )
1906-1997

Rómulo Vasco da Gama de Carvalho é este o nome do célebre homem da ciência que foi também um grande poeta português.
Nasceu no dia 24 de Novembro de 1906 em Lisboa, na rua do Arco do Limoeiro, atualmente Rua Augusto Rosa.
Aos 5 anos, Rómulo, escreveu os seus primeiros poemas mas, e foi quando entrou para o Liceu Gil Vicente e tomou contacto, pela primeira vez, com as ciências que a sua vida mudou pois começou a sentir um grande interesse pelas ciências interesse esse que foi aumentado com o passar dos anos.
Um ano depois de ter acabado o Liceu entrou na Universidade do Porto e apesar da literatura o ter acompanhado durante toda a sua vida optou por se licenciar na área das Ciências Físico-Químicas.
Um ano depois de se ter licenciado, em 1932, formou-se em ciências pedagógicas na faculdade de letras do Porto, dando, assim, a entender qual seria a sua atividade principal daí para a frente – professor e pedagogo.
Para Rómulo de Carvalho ensinar era uma paixão.
Apesar de trabalhar na área das ciências, Rómulo não esqueceu a literatura e continuou a escrever poesia mas, por não a considerar de qualidade nunca tentou publicá-la. Só em 1956 devido á sua participação num concurso de poesia, publicou o seu primeiro livro de poesia “Movimento Perpétuo” e assim nasceu António Gedeão, o pseudónimo que Rómulo usava para manter o anonimato.
Ao completar 90 anos de idade foi homenageado nacionalmente.
A 19 de Fevereiro de 1997, Rómulo faleceu deixando uma enorme saudade.